Sem categoria

Jardins verticais: Algumas das principais espécies utilizadas

Postado em Atualizado em

O jardim vertical valoriza e amplia o espaço. Por este motivo são bem vindos no momento em que o aproveitamento de espaços está cada vez mais em voga. Sua utilidade vai além da aparência pois podem ser utilizados para disfarçar paredes, amenizar o calor e ser uma opção para espaços compactos onde seria inviável a implantação de um jardim de maior porte.

jv3

Imagem: Google images

Confira as espécies vegetais aqui!

Taiyuan Botanical Garden

Postado em

domo01

Entre o deserto tropical e plantas aquáticas da cidade de Jinyuan, norte da China, emerge um domo de estrutura metálica e vidro concebido pelo escritório Delugan Meissl Associated para do Parque Botânico Taiyuan Botanical Garden.

O diferencial do projeto foi a concepção de vários ambientes, com diferentes espécies vegetais e microclimas: Dois dos três domos foram projetados com espécies provenientes de climas áridos e tropicais enquanto que o terceiro foi reservado para variedades de espécies aquáticas. Saiba mais!

A Maquete Física e suas Peculiaridades

Postado em Atualizado em

A maquete é a concretização imediata de nossa concepção espacial por meio de elementos arquitetônicos: corpos, superfícies e hastes. É a transcrição do desenho em uma primeira realidade concreta, um instrumento que acompanha o esboço que se faz necessário para a compreensão do trabalho arquitetônico. Saiba mais! Em breve estaremos abrindo vagas para curso de Maquete Física no Villa Arquitetura, serão disponibilizadas somente cinco vagas com certificado e horas de atividades complementares, Não percam!

MAQUETE DE APRESENTAÇÃOO

Trabalho Final de Graduação por Iranir Nunes

Postado em

Toda a edificação foi desenhada em resposta aos fatores climáticos do sítio como posição do sol, ventos e da chuva.

As premissas do projeto foram fortemente influenciadas na questão da sustentabilidade. Saiba mais!

PRANCHA 02

Trabalho Final de Graduação por Cleiton Oliveira

Postado em Atualizado em

A proposta do projeto é a criação de uma escola de arquitetura com programa funcional materializado em uma linguagem convidativa, na qual é premissa a busca de valores e conceitos que permeiam a linguagem de arquitetos com as experiências vivenciadas por educadores, alunos e o público, sobretudo no aspecto relacional entre os componentes do ambiente, a pedagógica, o conforto ambiental, equipamentos, mobiliário e partido arquitetônico. Saiba mais:

chamada